130360-migracao-de-plano-de-saude-e-possivel-trocar-o-plano-coletivo-pelo-individual

O plano de saúde é um dos principais investimentos para quem busca garantir o bem-estar de toda a família. Você já tem um plano coletivo e não está satisfeito, ou seu plano foi cancelado? Saiba que é possível você fazer a migração de plano de saúde para um plano individual!

A seguir, listamos os requisitos que você vai precisar cumprir ao trocar de um plano de saúde coletivo para um individual. Confira:

Quais são as diferenças entre plano de saúde coletivo e individual?

O plano de saúde individual é aquele que a pessoa física contrata diretamente com a empresa prestadora do serviço ou por meio de um corretor autorizado por ela. Dessa forma, o contratante não precisa estar vinculado a uma categoria profissional ou uma empresa.

Já o plano de saúde coletivo é aquele em que a própria empresa, o sindicato ou um conselho profissional contrata diretamente com a operadora de planos de saúde, oferecendo o benefício aos seus funcionários ou aos vinculados e seus dependentes. Para ter acesso ao benefício, portanto, é necessário que a pessoa tenha um vínculo com uma empresa ou esteja vinculado a um setor profissional.

É possível fazer a migração de plano de saúde coletivo para um individual?

A portabilidade entre um plano de saúde coletivo e um individual é permitida em nosso país. Em casos de cancelamento do plano coletivo, as operadoras contratadas devem disponibilizar a possibilidade do beneficiário migrar para um plano individual.

Vale ressaltar que a operadora do plano de saúde não poderá alegar que não possui mais plano individual para vender, pois isso confronta as determinações da Agência Nacional Suplementar. Portanto, fique atento na hora de fazer a migração.

O beneficiário deverá respeitar carência?

Seu plano coletivo foi cancelado e você realizou a migração para um plano de saúde individual, e agora precisa ir a um médico se consultar. Como proceder? Será que o novo plano exige um prazo de carência?

A boa notícia é que não, o novo beneficiário do plano de saúde individual não precisará respeitar o lapso temporal da carência. Ou seja, você não precisará esperar nada para usufruir da assistência médica e/ou odontológica oferecidas por esse plano.

O valor a ser pago será o mesmo?

Quando uma empresa ou um sindicato realiza um contrato com uma operadora de seguros para oferecer um plano de saúde coletivo, eles conseguem negociar para que a tarifa do coletivo fique mais barata do que a do individual. Isso acontece principalmente devido à grande quantidade de usuários que serão beneficiados pela cobertura desse plano de saúde.

Contudo, a operadora de seguro não é obrigada a manter o preço para aquela pessoa que migrou de um plano de saúde coletivo para um individual. Na verdade, não existe nenhuma legislação brasileira que garanta que o valor da mensalidade continue sendo o mesmo praticado no plano de saúde coletivo rescindido. Por isso, deve ser cobrado um valor compatível com o mercado.

Como você viu, é possível fazer a migração de plano de saúde coletivo para o individual. O segurado continuará tendo a mesma cobertura, não precisará respeitar o período de carências, mas não terá a garantia que o valor da mensalidade será igual.

Gostou das nossas dicas para fazer a migração do plano de saúde? Então não deixe de conferir 5 coisas que você precisa saber sobre a abrangência do seu plano de saúde!

DEIXE SEU COMENTÁRIO