131504-entenda-como-funciona-o-plano-de-saude-coletivo-por-adesao

Todo mundo já ouviu dizer que com saúde não se brinca. Não há também quem não reconheça que o sistema público de saúde não é dos melhores. Dessa forma, as pessoas procuram se prevenir de diversas maneiras. A maneira mais comum de prevenção são os planos de saúde. Eles podem ser divididos entre plano de saúde individual e plano de saúde coletivo por adesão.

Continue a leitura deste post e confira as principais diferenças entre esses dois tipos de plano!

O que é o plano de saúde?

O plano de saúde é um serviço oferecido com o objetivo de prestar assistência médica e hospitalar. Como dito acima, o plano de saúde pode ser individual ou coletivo.

Os planos individuais são aqueles contratados pela pessoa física junto à operadora do plano. Ultimamente é notável a diminuição no número de contratações desse tipo de plano em detrimento dos planos de saúde coletivos.

O que é o plano de saúde coletivo?

Os planos de saúde coletivos existem também em duas outras modalidades: o planos de saúde coletivos por adesão e os planos de saúde coletivos empresariais.

O plano coletivo empresarial é um contrato feito pela empresa em favor dos seus funcionários. Assim, a assistência médica é prestada em relação aos funcionários da empresa por conta do vínculo empregatício.

Por sua vez, o plano de saúde coletivo por adesão é contratado por pessoas jurídicas que representam determinada classe ou setor profissional — no caso de conselhos regionais, sindicatos ou outras associações, por exemplo.

Vale ressaltar que as pessoas integrantes do plano coletivo se tornam titulares do plano e adquirem o direito de acesso à assistência médica e demais coberturas pelo plano contratado.

Quais são as diferenças entre o plano individual e o coletivo?

Contratação

A principal diferença entre os dois tipos de plano é que, no individual, qualquer pessoa pode fazer a contratação. No caso dos planos coletivos, é necessário que a pessoa esteja filiada a uma entidade como sindicato, empresa ou conselho de classe profissional.

Preço

Outra diferença importante é com relação aos valores dos planos. Os planos individuais costumam ser mais caros comparativamente aos individuais. O preço deles é estabelecido pelo contrato firmado junto à operadora. Já os planos coletivos chegam a ser 50% mais baratos, e as tarifas são cobradas pela entidade.

Data de vencimento

Por último, é importante falar sobre a data de vencimento desses contratos. No caso dos planos individuais, a data de vencimento costuma ser a data de contratação. Por sua vez, os planos coletivos têm data variada, que podem ser escolhidas, conforme acordado com a entidade (empresarial ou de representação coletiva).

Apesar dessas diferenças, vale lembrar que o plano de saúde coletivo oferece as mesmas vantagens que o plano de saúde individual. Ou seja, ambos dão direito a consultas, exames, cirurgias e outros procedimentos.

Parece uma boa, não é? De qualquer forma, vale a pena conversar com um consultor sobre o assunto. Ele poderá ajudar você na escolha!

Gostou dessas dicas sobre plano de saúde coletivo por adesão? Então confira 5 coisas para saber sobre a abrangência do seu plano de saúde e veja se seu plano atende às suas necessidades!

DEIXE SEU COMENTÁRIO