Pensive businessman with hand on chin looking away and holding a document, selective focus, glasses on foreground

Oferecer benefícios que vão além do dinheiro é uma das melhores estratégias que podem ser adotadas por um empresário: além de deixar funcionários satisfeitos e inovar, o empresário também ganha em produtividade e fortalece o relacionamento entre seus colaboradores.

Muitos empreendedores, porém, enfrentam dúvidas no momento de contratar o plano de saúde para os colaboradores, seja por não conhecer bem o que é oferecido pelas operadoras, seja por não saber quais são as necessidades dos beneficiários. Afinal, o que deve ser considerado nesse momento?

Se você não sabe bem o que deve ser analisado, chegou a hora de descobrir! Entenda o que é relevante e conheça 4 dicas essenciais para escolher e contratar um bom plano de saúde para seus empregados.

1. Conheça o perfil da empresa e dos funcionários

Não adianta optar pelo mais barato ou pelo mais caro: um bom plano de saúde para os colaboradores deve atender às exigências de todas as partes envolvidas, satisfazendo as necessidades tanto do empreendedor quanto as de quem realmente vai usufruir do serviço.

Se os riscos do ambiente de trabalho forem intensos, por exemplo, é importante que a cobertura do planotambém conte com ambulância para atendimento hospitalar em situações emergenciais, garantindo mais segurança para os funcionários.

No caso dos empregados precisarem viajar em função do trabalho com frequência, ainda vale a pena investir em um plano que possua cobertura nacional. Se isso não ocorrer com frequência, um plano municipal ou regional já funcionará bem.

2. Avalie as operadoras de planos de saúde

Uma vez que o administrador já tenha definido o que é relevante no plano, é hora de avaliar as prestadoras de serviço. Conferir se a operadora está devidamente registrada junto à Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e como anda seu índice de reclamação é primordial.

Além disso, é importante analisar pontos como capacidade da operadora e a estrutura que ela disponibiliza, além de considerar se o preço que cobra vale a pena. Faça comparações com diversas opções para saber como a prestadora se posiciona no mercado.

3. Conte com a ajuda de uma corretora para tomar a decisão correta

Uma análise completa do perfil dos funcionários faz com que a escolha do plano seja mais acertada, oferecendo os benefícios eles consideram essenciais. O número de associados e o tipo de cobertura influencia diretamente em prazos de carência, percentuais de reajuste, entre outros.

Como corretores qualificados trabalham diariamente no setor, eles poderão fazer uma verificação correta de dados e encontrar as melhores operadoras para a empresa (especialmente com melhores valores), podendo até mesmo modificar a intenção inicial do contratante.

4. Esteja atento ao contrato de prestação de serviços

Uma vez encontrada uma opção que atenda bem a todos os anseios das partes, é fundamental que o empreendedor fique de olho no contrato a ser firmado. O documento deve ser relido e qualquer condição que não for previamente tratada deve ser discutida.

Fatores como possibilidade de inclusão de dependentes, coparticipação e tamanho da rede credenciada devem ser verificados. Nesse ponto, contar com o auxílio de uma corretora também pode facilitar o trabalho e evitar dores de cabeça no futuro.

E então, já está pronto para seguir nossas dicas e contratar um bom plano de saúde para os colaboradores do seu negócio? Entre em contato conosco e saiba como o acompanhamento de corretores qualificados pode facilitar essa escolha!

DEIXE SEU COMENTÁRIO